É muito comum profissionais comprarem soluções Microsoft e se depararem com a palavra ‘tenant’, pois é necessário para iniciar os projetos.

Contudo, é muito comum as pessoas não saberem o que é ou como acessar o tenant da empresa. Para ajudar, vá em frente, avance pelo post a seguir e conheça!

O que é Tenant?

Em termos gerais, um tenant é um usuário ou grupo de usuários que compartilham um sistema ou plataforma comum. O termo é frequentemente usado em referência a soluções de software em nuvem, onde várias empresas ou organizações usam a mesma instância do software como serviço (SaaS), mas têm acesso apenas aos seus próprios dados e recursos.

Por exemplo, em um sistema de gerenciamento de conteúdo em nuvem, vários clientes (tenants) podem usar a mesma plataforma, mas cada um tem seu próprio conjunto de conteúdos e permissões de acesso. Dessa forma, os tenants são separados e isolados uns dos outros, para garantir a privacidade e segurança dos dados.

O conceito de tenant é importante em soluções de SaaS, pois permite que várias organizações compartilhem os custos de uma única instância do software, tornando a solução mais acessível e econômica para todas as partes envolvidas.

Microsoft Business Applications

A Microsoft utiliza o tenant em vários de seus serviços em nuvem, como o Microsoft 365 e o Microsoft Azure. No Microsoft 365, cada organização que assina o serviço é um tenant separado, com seus próprios dados, usuários, políticas de segurança e configurações.

No Microsoft Azure, são usados para separar e isolar as assinaturas e os recursos de cada organização que usa a plataforma. Isso garante que cada cliente tenha acesso apenas aos seus próprios recursos e dados, mantendo a privacidade e a segurança dos dados de cada um.

Vou comprar o Dynamics 365, preciso saber meu tenant?

Para acessar e gerenciar sua instância do Dynamics 365, você precisará saber qual é o seu tenant da Microsoft.

HORIZONTAL Infográfico como funciona o Dynamics 365 na prática

O tenant é o nome de domínio exclusivo atribuído à sua organização no momento da criação da sua conta do Dynamics 365. O nome geralmente é algo como “nomedaorganizacao.onmicrosoft.com”.

Para descobrir o seu tenant, siga os passos abaixo:

  1. Faça login na sua conta do Dynamics 365 usando suas credenciais de administrador.
  2. Clique no ícone de engrenagem no canto superior direito da tela.
  3. Selecione “Configurações avançadas”.
  4. Na barra de navegação à esquerda, selecione “Configurações do sistema” e depois “Visão geral”.
  5. O nome do tenant da sua organização será exibido em “Nome do tenant” na seção “Organização”.

Se você não encontrar o seu seguindo esses passos, entre em contato com o suporte da Microsoft ou com o representante de vendas da Dynamics 365 para obter ajuda.

E para a Power Platform?

Para encontrar o nome do tenant da sua organização na Power Platform, siga os passos abaixo:

  1. Faça login na sua conta da Power Platform usando suas credenciais de administrador.
  2. Clique no ícone de engrenagem no canto superior direito da tela.
  3. Selecione “Configurações avançadas”.
  4. Na barra de navegação à esquerda, selecione “Configurações do sistema” e depois “Visão geral”.
  5. O nome do tenant da sua organização será exibido em “Nome do tenant” na seção “Organização”.

Se você não conseguir encontrar o nome do tenant seguindo esses passos, você também pode verificar o URL de login da sua conta da Power Platform. O nome do tenant será exibido no URL após “https://”. O formato geral do URL será: “https://nomedaorganizacao.crm.dynamics.com“. O nome do tenant é a parte do URL entre “https://” e “.crm.dynamics.com”.

Se ainda tiver dificuldades para encontrar o nome do tenant, entre em contato com o suporte da Microsoft ou com o representante de vendas da Power Platform para obter assistência adicional.

Quanto custa um tenant da Microsoft?

O tenant da Microsoft é um conceito de gerenciamento de usuários e recursos em suas plataformas em nuvem, como o Microsoft 365 e o Azure, e não é vendido separadamente. Em vez disso, o custo de uso dos serviços da Microsoft em nuvem é baseado em modelos de assinatura ou uso, dependendo do serviço e dos recursos necessários.

Por exemplo, para usar o Microsoft 365, você precisará escolher um plano de assinatura que atenda às necessidades de sua organização e pagar uma taxa mensal ou anual com base no número de usuários que terão acesso ao serviço. O mesmo vale para o Azure, onde o custo é baseado no uso dos recursos de computação, armazenamento, rede e outros serviços.

O preço dos serviços da Microsoft em nuvem varia dependendo do plano de assinatura escolhido, do número de usuários e recursos necessários, bem como de outros fatores, como localização geográfica e nível de suporte. Para obter informações mais detalhadas sobre preços, recomendamos que você entre em contato com um especialista da Smart para obter uma cotação personalizada com base nas necessidades de sua organização.

E então, o que achou de conhecer um pouco mais sobre esse assunto? Se você deseja acompanhar outros conteúdos como esse, é só seguir as nossas redes sociais.