Com a evolução tecnológica dos últimos anos também cresce a demanda por soluções que garantam mais agilidade e competitividade. Por isso, existem diversas soluções que oferecem uma melhor gestão, conhecidas como metodologias de gestão de projetos.

Variando de acordo com seus métodos e particularidades, as metodologias de gestão permitem que todas as atividades envolvidas na gestão de projetos sejam executadas de forma mais inteligente e eficiente, garantindo melhores resultados.

Quer entender a importância das metodologias de gestão de projetos, seus impactos para as empresas e também conhecer as principais metodologias de gestão existentes atualmente? Explicamos agora, em detalhes, tudo que você precisa saber sobre o assunto. Ótima leitura!

Entenda qual a importância das metodologias de gestão de projetos

Quando uma empresa possui diversas etapas e processos na execução de suas tarefas, buscar por ferramentas e soluções que auxiliem na organização e acompanhamento é o caminho natural. Para isso, foram desenvolvidas as chamadas metodologias de gestão de projetos, fundamentais para sua empresa organizar objetivos e estratégias e, com isso, conseguir atingi-los.

Essas metodologias visam integrar processos e tornar o gerenciamento mais fácil e descomplicado, garantindo que a empresa possa ter uma gestão apropriada de cada uma das etapas. Isso é especialmente importante para empresas que desenvolvem diversos projetos ao mesmo tempo, visando garantir que todos eles sejam executados com excelência.

Saiba quais os impactos de adotar uma metodologia de gestão

Os principais impactos da adoção de uma das metodologias de gestão de projetos são a eficiência, a organização e a redução de custos. Além dos benefícios diretos que uma metodologia de gestão oferece à gestão de projetos como um todo, esses elementos costumam ser destacados como resultado direto de sua adoção. Entenda:

  • eficiência: as empresas costumam gerir e desenvolver diversos projetos ao mesmo tempo, o que pode se tornar confuso e causar morosidade dos processos, caso não haja uma gestão eficiente de cada uma das etapas. Com a adoção de uma metodologia de gestão, essa confusão é evitada e cada etapa executada da forma mais eficiente possível;
  • organização: ao lidar com diversos projetos, a desorganização pode ser um inimigo perigoso para a execução eficiente e de qualidade de um projeto. Uma metodologia de gestão, por evitar esses problemas, também auxilia na organização dos processos, os tornando lógicos, claros e objetivos;
  • redução de custos: também é válido destacar que a organização e a eficiência nos processos de um projeto reduzem o tempo necessário para sua execução, aumentam sua taxa de sucesso, diminuem o retrabalho e evitam erros, o que impacta diretamente a empresa em custos menores.

Conheça as principais metodologias de gestão de projetos

Agora que você já entendeu melhor o que são metodologias de gestão de projetos e também os impactos de sua adoção, é interessante conhecer algumas das principais metodologias adotadas na gestão atualmente.

Em geral, as metodologias de gestão são divididas nas chamadas metodologias ágeis e metodologias tradicionais, de acordo com suas características e modelo de trabalho. Falamos abaixo das principais metodologias de cada tipo. Confira.

Metodologias ágeis

SCRUM

Desenvolvido como uma metodologia de trabalho ágil, por sua característica de mutabilidade e de agilidade nas etapas que o compõem, o SCRUM foi criado por Ken Schwaber e Jeff Sutherland e tem como foco o desenvolvimento e sustentação de produtos.

No SCRUM, os projetos são divididos em sprints, que consistem em ciclos de uma a quatro semanas, onde todas as atividades, desde o planejamento até a entrega, são desenvolvidas por completo, visando maior agilidade.

O resultado de cada sprint é uma parte funcional do projeto, de forma que seja possível avaliar o resultado tanto dentro do contexto geral do projeto quanto pelas características daquilo que foi desenvolvido no sprint.

Em geral, o SCRUM é mais utilizado em projetos de TI, mas pode ser replicado em outros setores, desde que seguidos os critérios definidos em sua documentação.

XP (Extreme Programming)

Desenvolvida com base nos conceitos de agilidade, a metodologia XP foi criada em 1990 por Kent Black. Ela é caracterizada por ciclos curtos e que tem como objetivo principal melhorar a qualidade de um produto e obter a satisfação do cliente.

Um dos pontos que merecem destaque na metodologia XP é que ela é focada tanto em oferecer estratégias e planejamentos que permitam oferecer um produto de melhor qualidade, mas também é baseada em práticas que ofereçam maior qualidade de vida aos envolvidos no projeto, já que ela traz valores como simplicidade, coragem, feedback, respeito e comunicação.

A maior vantagem da metodologia Extreme Programming é sua agilidade aliada à satisfação do cliente, enquanto é possível dizer que sua maior desvantagem é a organização e o comprometimento necessários para que ela funcione, sendo muito utilizada na área de TI.

Kanban

Método de gerenciamento de projetos criado e desenvolvido pela Toyota na década de 1940, o Kanban se tornou sinônimo de sua principal ferramenta, o quadro Kanban, que é muito utilizado na metodologia, mas que também está presente em outros métodos, como o SCRUM.

Consiste na utilização de um quadro visual, em geral dividido em três colunas (a fazer, fazendo e feito), onde são distribuídas as tarefas de um determinado projeto, visando visualizar o volume de trabalho e também as etapas a serem executadas e aquelas que já foram concluídas de forma mais rápida e simplificada. Desta forma, permite a identificação de gargalos e eliminação de ineficiências.

Metodologias tradicionais de gestão

PRINCE2

Muito utilizado no Reino Unido e considerada a melhor metodologia de gestão de projetos por lá, o PRINCE2 (acrônimo para Projetos em Ambientes Controlados) é caracterizado por ser extremamente flexível e se adaptar às características de cada projeto.

Consiste em uma metodologia onde os papéis de cada membro dentro do projeto são determinados de forma clara antes de seu lançamento, e cada um deles sabe quais suas responsabilidades para a execução bem-sucedida.

Waterfall

Conhecido como um dos principais e primordiais métodos de gerenciamento de projetos, a metodologia Waterfall recebe esse nome (cachoeira) por se dividir em sequências lógicas, onde uma fase do projeto depende da conclusão da anterior para ser iniciada.

Em geral, a metodologia Waterfall é utilizada nos setores de engenharia, já que muitas vezes existe a demanda, até mesmo física, de que determinada etapa seja concluída antes da próxima ser executada.

Entenda o que é PSA e porque ele pode ser uma excelente opção para sua empresa

Se sua empresa conta com uma série de processos distintos, como vendas, execução e faturamento dos projetos, o PSA (Project Service Automation) pode ser uma excelente opção para gerir todas as etapas do ciclo de venda de seus clientes.

É possível definir PSA como um software desenvolvido especificamente para dar suporte à organizações que vendem ou executam projetos para seus clientes. Em geral, são utilizados por consultorias e escritórios de arquitetura, engenharia, advocacia, contabilidade e tecnologia da informação para executar projetos e serviços profissionais.

Seu objetivo principal é oferecer a estrutura operacional necessária para que a empresa possa executar seus projetos de forma eficiente e conectada, contando com as ferramentas necessárias para acompanhar o trabalho dos profissionais envolvidos nos processos de venda, gestão de contratos e recursos, RH, planejamento, execução e faturamento de projetos e também permitindo a análise de dados para suportar o planejamento estratégico do negócio.

Pensado para integrar desde a venda e gestão de pessoas e recursos, passando pelo planejamento e execução e chegando ao faturamento dos projetos, o PSA permite aplicar as metodologias de gestão de projetos de forma inteligente, eficiente e descomplicada.

O que achou de saber mais a respeito das metodologias de gestão de projetos, de entender sua importância e impacto para as empresas e também conhecer as principais metodologias de gestão utilizadas? Se você deseja se manter informado e não perder nenhuma novidade, assine nossa newsletter!