Na era da transformação digital, a automação tornou-se a espinha dorsal da eficiência operacional e inovação empresarial. Com a Microsoft à vanguarda desse movimento, entender as licenças associadas a suas soluções é crucial para desbloquear todo o potencial da hiper automação.

O que é hiper automação?

A hiper automação vai além da automação tradicional, integrando tecnologias avançadas como inteligência artificial (IA), aprendizado de máquina (ML) e automação de processos robóticos (RPA). Essa abordagem abrangente visa otimizar e orquestrar processos complexos, impulsionando a eficiência e a agilidade organizacional. Ela busca não apenas automatizar tarefas individuais, mas também reimaginar e otimizar processos completos.

Então, hiperautomação não é RPA?

Isso mesmo. Embora a RPA seja uma parte da hiper automação, elas não são a mesma coisa. A hiper automação é um conceito mais amplo que abrange uma variedade de tecnologias de automação e inteligência artificial, enquanto a RPA é uma abordagem específica dentro desse espectro.

Portanto, embora a RPA seja uma parte importante da hiper automação, ela representa apenas uma faceta dessa abordagem mais ampla para a automação e transformação empresarial.

Por que as empresas devem adotar a hiper automação?

A hiper automação oferece uma série de benefícios significativos que podem ajudar as empresas a melhorar sua eficiência operacional, reduzir custos, aumentar a qualidade e inovar em seus processos de negócios.

Licenças Microsoft e a hiper automação

A Microsoft oferece várias soluções que podem ser parte de uma estratégia de hiper automação. Aqui estão algumas delas:

Microsoft 365 (anteriormente Office 365)

Automatização Colaborativa: Licenças Microsoft 365 oferecem acesso ao Power Automate, permitindo a automação de fluxos de trabalho colaborativos entre aplicativos como Outlook, SharePoint e Teams.

Power Platform

Desenvolvimento de Aplicações e Automação de Processos: Com licenças Power Apps, Power Automate e Power Virtual Agents, a Power Platform possibilita a criação de aplicativos personalizados, automação de fluxos de trabalho e desenvolvimento de chatbots.

Microsoft Power Automate (anteriormente conhecido como Microsoft Flow)

O Power Automate é uma plataforma de automação de processos que permite criar fluxos de trabalho automatizados entre aplicativos e serviços. Ele oferece uma variedade de integrações com aplicativos populares, como Office 365, SharePoint, Dynamics 365, entre outros. O Power Automate pode ser usado para automatizar tarefas simples, como notificações por e-mail, até fluxos de trabalho mais complexos envolvendo várias etapas e integrações.

HORIZONTAL Infográfico como funciona o Dynamics 365 na prática

Microsoft Power Apps

O Power Apps é uma plataforma de desenvolvimento de aplicativos de baixo código que permite criar rapidamente aplicativos personalizados para atender às necessidades específicas da sua organização. Ele pode ser usado para criar aplicativos de gerenciamento de dados, formulários de entrada de dados e muito mais. O Power Apps pode ser integrado ao Power Automate para criar fluxos de trabalho automatizados que respondem a eventos nos aplicativos criados.

Azure

Hiper automação Escalável: O Azure fornece uma gama de serviços, desde Azure Logic Apps até Azure Functions, permitindo a automação de processos e integração com serviços avançados da Azure AI.

Azure Logic Apps

O Azure Logic Apps é um serviço de automação baseado em nuvem que permite criar fluxos de trabalho automatizados integrando aplicativos e serviços na nuvem e no local. Ele oferece uma variedade de conectores para integração com serviços populares, como Office 365, Salesforce, SAP, entre outros. O Azure Logic Apps também suporta lógica condicional e pode ser usado para criar fluxos de trabalho complexos e adaptativos.

Azure Functions

Azure Functions é um serviço de computação sem servidor que permite executar código em resposta a eventos. O Azure Functions pode ser usado para criar microserviços escaláveis e orientados a eventos que respondem a alterações nos sistemas e aplicativos da sua organização. Ele pode integrar-se com outras soluções da Microsoft, como Azure Logic Apps e Power Automate, para criar soluções de automação mais completas e flexíveis.

Windows Virtual Desktop

Automatização de Ambientes Virtuais: Para empresas que dependem de ambientes virtuais, licenças Windows Virtual Desktop facilitam a automação e gestão eficiente desses ambientes.

Como escolher a licença certa?

Ao explorar as opções de licenciamento Microsoft para hiper automação, considere:

  • Necessidades de Automação: Avalie quais processos e tarefas podem ser aprimorados por automação.
  • Escopo de Integração: Considere a integração de diferentes aplicativos e serviços em seus fluxos de trabalho.
  • Escala e Complexidade: Escolha licenças que se alinhem à escala e complexidade de seus processos de automação.

3 Casos de Uso Exemplares

1 – Automatização de Processos de Negócios

Use Power Automate para integrar sistemas, automatizar aprovações e simplificar processos burocráticos.

2 – Desenvolvimento Ágil de Aplicações

Power Apps permite a construção rápida de aplicativos personalizados para atender às demandas específicas de sua empresa.

3 – Inteligência Artificial e Automação

Explore serviços Azure AI em conjunto com Power Platform para criar soluções de IA integradas.

Conclusão: Desbloqueando o potencial da hiper automação

Ao alinhar as licenças Microsoft com os objetivos de hiper automação, as empresas podem conquistar eficiência, inovação e agilidade. A escolha certa de licenças capacita a transformação digital, impulsionando a organização em direção a um futuro automatizado e inteligente.

Desperte seu potencial de hiperautomação com as soluções Microsoft. Para uma visão mais aprofundada, conheça a Jornada que desenvolvemos!